icons.title signature.placeholder Alexandre Braz e Rodrigo Ciantar
17/06/2014
19:00

Durante esse período de preparação para o segundo semestre, o técnico Vagner Mancini decidiu utilizar o máximo de atletas para observá-los. Até quem já estava treinando separadamente e com um pé fora do clube. É o caso do zagueiro uruguaio Mario Risso, que nos últimos dias participou dos trabalhos com o grupo e pode até ser aproveitado posteriormente.

Risso foi contratado no início deste ano, mas como sexta opção para o setor (que conta ainda com Dória, Bolívar, Matheus Menezes, Andre Bahia e Dankler) pouco foi aproveitado. Para ser mais exato, ele disputou apenas uma partida: foi titular na derrota por 2 a 1 para o Boavista, no Campeonato Carioca. Na ocasião, o Botafogo estava utilizando reservas na competição estadual por priorizar a disputa da Libertadores.

Recentemente, a imprensa uruguaia noticiou que o zagueiro estava nos planos do Nacional (URU) e o Botafogo não impediria a saída dele. Mas não houve negociação.

Os laterais gêmeos Alex e Anderson e o atacante Yguinho, que também estavam treinando separadamente, não foram incluídos nesta preparação porque negociam com outros clubes.

Outros jogadores que não estavam treinando separadamente, mas que vinham tendo poucas chances na temporada, também serão bastante observados por Mancini neste período de treinamentos. O comandante chegou ao clube no início do Brasileirão e por ter tido pouco tempo de intervalo entre os jogos, não conseguiu conhecer a fundo todos do elenco.