icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/12/2013
21:44

A goleada do Atlético-PR sobre o Vasco por 5 a 1 e a classificação conquistada pelo Furacão para a primeira fase da Libertadores de 2014 foram ofuscadas pela violência que aconteceu nas arquibancadas da Arena Joinville, em Santa Catarina.

Embora tenha alcançado o objetivo de ir à competição continental, o técnico Vagner Mancini disse que só tem a lamentar as cenas de terror, protagonizadas pelas torcidas de Vasco e Atlético-PR ainda no início do primeiro tempo. o técnico comparou a confusão a uma guerra.

- Temos que lamentar tudo isso que aconteceu. Assistimos a uma praça de guerra. Emocionalmente, estou destruído por tudo que vi. Saio arrasado como ser humano deste jogo - disse o comandante.

Abatido com a confusão generalizada, o treinador elogiou a sua equipe pela campanha no Brasileirão e a consequente classificação para a primeira fase da maior competição de clubes da América do Sul.

- Os atletas acreditaram no nosso trabalho. Eu vi muito potencial nesse elenco. O time conseguiu encaixar e conseguimos fazer uma boa campanha e alcançamos essa vaga na Libertadores, que era um dos principais objetivos - comentou Mancini.

O CAP terminou o Campeonato Brasileiro com 64 pontos na 3ª posição. O time paranaense teve 56,1% de aproveitamento, com 18 vitórias, 10 empates e 10 derrotas.