icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/04/2014
17:14

A situação financeira do Botafogo não é das melhores, com dois meses de salários atrasados. Ex-jogador e consciente da dificuldade da situação, o técnico Vagner Mancini disse entender a chateação dos jogadores, mas garantiu que eles devem entender que o dinheiro não paga a hombridade de cada um.

- Neste momento, o grupo tem que entender que não há dinheiro que pague a hombridade e a dignidade. Sei que não é fácil entrar em campo, mas temos que passar por cima disso. Sinceramente, se tem alguém no Botafogo que está saturado, vai ter que sentar comigo e falar que não quer mais. Estou iniciando um trabalho e tenho que contar com a ajuda de todos. Dessa forma, sinceramente, é o que eu espero e vai acontecer - afirmou Mancini.

O treinador também elogiou a postura do grupo nos dias que teve contato com eles - Mancini começou a trabalhar na última quarta-feira:

- Em cinco dias tive a oportunidade de olhar nos olhos de cada um deles e sei que estou lidando com homens que têm responsabilidade e estão envergonhados no vestiário. Essa vergonha tem que passar para que domingo, diante do Internacional, tenhamos uma postura diferente.