icons.title signature.placeholder João Pires
21/03/2014
07:00

Manaus (AM) recebe a partir das 19h (20h de Brasília) desta sexta-feira a Copa Latina de Tênis de Mesa, evento-exibição que não conta pontos para rankings, mas que põe frente a frente a rivalidade entre Brasil, Argentina e Cuba. Serão 16 atletas na disputa, sendo dois argentinos, dois cubanos e 12 brasileiros. As disputas serão no Studio 5 e a final no sábado.

O time brasileiro, porém, vem com desfalques. Campeão dos Jogos Sul-Americanos do Chile, na semana passada, Gustavo Tsuboi (83º do ranking mundial) será poupado neste evento. Já Hugo Calderano (93º), de 17 anos, sofreu lesão no quadril.

Vice-campeão sul-americano na semana passada, Cazuo Matsumoto (89º), primeiro atleta brasileiro a vencer uma etapa do Circuito Mundial de Tênis de Mesa, Victor Ishiy (259º), Humberto Manhani (442º) e Israel Barreto (557º) são os principais brasileiros em ação.

Dos estrangeiros, destaca-se Gaston Alves, que foi campeão por equipes com a Argentina nos Jogos Sul-Americanos, após vencer justamente o Brasil na decisão. Além dele, o cubano Jorge Campos também é conhecido: eliminou Gustavo Tsuboi nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara, em 2011.

- Todos os estrangeiros que vieram são fortes. Um dos cubanos já venceu o Gustavo Tsuboi. Mas está mais para os brasileiros na Copa Latina. Eu chegei na última terça dos Jogos Sul-Americanos, joguei bem lá, mas faltou sorte na final (contra Tsuboi) - falou Matsumoto, ao LANCE!Net.

A Copa Latina ocorre de forma simultânea à Copa Brasil de Tênis de Mesa, evento que fornece pontos ao ranking nacional. A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa (CBTM) tem incluído a Copa Latina na programação dos principais torneios nacionais.

A tendência é que a Copa Latina venha a se tornar um circuito futuramente, como é a Copa Brasil, dividida em seis etapas, entre elas a amazonense.