icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2014
19:20



José Melo, governador do Amazonas, e Arthur Virgílio Neto, prefeito de Manaus, apresentaram o balanço da Copa do Mundo no estado.  Baseados nos dados da Empresa Estadual de Turismo do Amazonas (Amazonastur), 119.925 turistas marcaram presença em Manaus e deixaram R$ 325,8 milhões (R$ 2716,00 per capta). O sucesso foi estrondoso: 99,6% dos estrangeiros e 97,9% dos brasileiros declararam-se satisfeitos sendo que 89% dos brazucas e 79% dos turistas de fora do país pretendem voltar ao Amazonas.

- Isso mostra que a Copa do Mundo trouxe uma grande visibilidade para o nosso estado e que o turismo é, sim, uma grande possibilidade de renda para o Amazonas - disse o prefeito Arthur Virgílio, lembrando que em breve haverá uma ampliação da malha aérea com o exterior e mais voos nacionais chegando ao aeroporto da cidade.


No estudo, São Paulo e Pará foram os estados que mais enviaram turistas. Entre os países, Estados Unidos (44,15%) e Inglaterra (15,18%) lideraram as estatísticas das presenças. No formulário apresentado, os itens Arena da Amazônia, Hospitalidade, Segurança Pública, Porto, Opções de Lazer, Meios de Hospedagem, Táxi, Aeroporto e Água apresentaram índices de satisfação acima de 90%.


- Ganhamos em muitos aspectos, na tecnologia e capacitação, em trazer milhares de pessoas para cá e mostrarmos algo que nós conhecíamos muito bem - disse o governado José Melo.


 O balanço também, mostrou que a população local entrou no clima da Copa. A A Fifa Fan Fest local recebeu mais de meio milhão de pessoas ao longo de 25 dias de festa, o que colocou  Manaus como a  terceira cidade com maior público entre as 12  cidades-sede, perdendo apenas para Rio e São Paulo.


A presidente da Amazonastur, Oreni Braga, disse que a experiência de sucesso fará o órgão participar efetivamente das maiores feiras de turismo, a primeira delas no próximo mês, em Londres.

- Focaremos a participação em eventos ligados ao turismo esportivo” - disse.