icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/11/2013
21:02

A CBF assinou nesta segunda-feira a prorrogação do contrato com o Itaú. O banco, patrocinador da Seleção Brasileira desde outubro de 2008, vai continuar vinculado à entidade até outubro de 2022.

Segundo o balanço financeiro de 2012, com o atual vínculo, o Itaú foi responsável pela entrada de R$ 30 milhões nos cofres da CBF, que tem 13 patrocinadores e mais dois contratos de parcerias.

O Itaú é  o segundo maior patrocinador da CBF, só perdendo para a Nike, fornecedora de material esportivo, que repassa anualmente o valor aproximado de R$ 60 milhões. A Ambev vem em terceiro, perdendo de pouco. Em 2012, a empresa enviou quase o mesmo valor que o Itaú.