icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/04/2014
15:16

A natação da Rússia chegou a oito casos de doping em 2013. Na quarta-feira, a Federação Internacional de Natação (Fina) divulgou que Vitaly Melnikov testou positivo para eritropoietina (EPO) no Campeonato Europeu em Piscina Curta, em Herning, na Dinamarca, em dezembro. Pelos dados da entidade, foram registrados no ano passado 41 casos de doping, sendo 34 na natação. Os russos lideram a lista negra. Um dos nomes mais famosos flagrados na última temporada foi Yulia Efimova, campeã mundial nos 50m peito em Roma-2009.

Na competição europeia, Melnikov ajudou, nos dias 12 e 13, a equipe russa a ganhar as provas dos 4x50m medley masculino e 4x50m medley misto, esta última com recorde mundial. No boletim, a Fina informa que o EPO foi encontrado nas provas destes dias, mas não fala se ele também foi flagrado no dia 15, quando conquistou a medalha de prata nos 100m costas.

No mesmo boletim, a Fina informa que a suspensão é provisória a partir de 1º de abril de 2014 até que a Federação Russa de Natação realize seu painel de doping. Enquanto isso, Melnikov não pode participar de competições e nem de treinamentos organizados por clubes filiados na Fina.

Melnikov está morando e treinando no Brasil desde o início de 2014 sob orientação do técnico Arilson Silva, ex-Pinheiros. Atualmente, porém, o nadador está em competição na Dinamarca. No último fim de semana, conquistou a medalha de ouro nos 100m costas no Danish Open.