icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2014
18:58

Um dia depois da vitória sobre o Cruzeiro na primeira final da Copa do Brasil, os jogadores do Atlético-MG se reapresentaram na Cidade do Galo e ganharam uma boa e uma má notícia no CT de Vespasiano. O zagueiro Réver, capitão da equipe na conquista da Libertadores, iniciou os trabalhos de transição do departamento médico para a parte física e tem chances de voltar aos campos de jogo ainda no final do ano. Maicosuel, no entanto, pode ficar até o final do ano de molho.

Réver mostrou estar quase 100% recuperado de uma lesão no tornozelo direito. O zagueiro foi submetido à segunda cirurgia no local, mas colocou os pés pela primeira vez nos gramados após deixar o DM. O jogador fez um trabalho à parte nos campos do CT e tem chances de se juntar aos seus companheiros na semana que vem.

MAIS:
> Essencial, fim da concentração gera ótimos resultados em casa
> Reunião para decidir ingressos para o Atlético já está marcada
> Léo Silva pede equilíbrio e concentração para próximo clássico

A questão de Maicosuel é bem mais complicada. O jogador foi diagnosticado com um estiramento grau dois na coxa direita. Como o calendário do futebol brasileiro termina no início do próximo mês, o tempo de recuperação do atleta não seria o suficiente para que Maicosuel voltasse aos treinos em 2014. Vale lembrar que o jogador foi vetado antes mesmo da partida contra o Cruzeiro, e sequer ficou no banco.

No primeiro treinamento após a vitória no Horto, os jogadores que atuaram no Independência realizaram apenas trabalhos na academia do CT. Como de costume, o treinador Levir Culpi comandou um treinamento coletivo para os atletas reservas, juntamente com os garotos da equipe júnior.