icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/03/2014
09:33

O dono do Birmingham City, clube da Segunda Divisão da Inglaterra, foi considerado culpado nesta segunda-feira por acusações, principalmente, de lavagem de dinheiro. Carson Yeung, de 54 anos, era alvo de três processos. No total, ele teria branqueado cerca de 720 milhões de dólares de Hong Kong (cerca de R$ 231 milhões) entre 2001 e 2007. O ex-cabeleireiro pode pegar até 14 anos. Sua sentença será conhecida na sexta-feira.

De acordo com a acusação no processo, nomes desconhecidos depositaram dezenas de milhões de dólares nas contas não apenas de Yeung, mas também do seu pai, sem razão aparente. O juiz Douglas Yau disse em seu veredicto que o magnata se contrariou diversas vezes nos depoimentos. E ainda que apenas em 2007, os depósitos eram de até 300 vezes o valor do que os dois poderiam ter ganho durante seis anos.

A defesa disse que uma parte significativa de sua fortuna veio de transações na bolsa antes de 2001, e como os documentos contabilísticos de Hong Kong são guardados por até sete anos apenas, o julgamento não teria sido justo.