icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/03/2014
18:06

Depois da mudança de data da disputa de cinturão entre Chris Weidman e Lyoto Machida, que estava programada para o UFC 173, dia 24 de maio, e agora acontece no dia 5 de julho, no UFC 175, em Las Vegas, muitas personalidades do MMA reagiram e deram suas opiniões sobre o ocorrido. A lesão no joelho que fez o americano adiar o encontro acabou fazendo até com que Dan Henderson pedisse por uma luta com Machida. Porém, como o brasileiro está garantido na disputa, o pedido dificilmente será atendido. Maior interessado no assunto, Lyoto deu uma declaração oficial sobre a mudança através de sua assessoria de imprensa.

Segundo o carateca, o ocorrido com Weidman foi uma "fatalidade" e pode acontecer com qualquer atleta. Machida ainda revelou que reorganizará seu planejamento para o combate, já que agora tem um m~es a mais para se preparar.

- O UFC me informou ontem (segunda-feira) que a luta para disputa do cinturão dos médios foi adiada para o dia 5 de julho deste ano, em Las Vegas, devido à lesão no joelho do Chris Weidman. Nós, lutadores, podemos sofrer vários tipos de lesões durante os treinos. O que aconteceu com Weidman foi uma fatalidade e espero que ele se recupere logo para que possamos realizar esta luta. Com o adiamento, eu e meus técnicos vamos reavaliar o plano de treinos para adequá-lo à nova data e assim conseguirmos o melhor resultado, que é a conquista do título - declarou.

A organização ainda anunciará a nova luta principal do UFC 173, que sem Weidman x Machida terá novos astros para encabeçar o show.