icons.title signature.placeholder Walace Borges
26/02/2015
02:52

O gol sofrido no fim foi um duro golpe para o Flamengo diante do Brasil de Pelotas, nesta quarta-feira. No entanto, para o técnico Vanderlei Luxemburgo o resultado tem um vilão: o árbitro. De acordo com o treinador, a falta, feita por Pará, não existiu e por isso o Rubro-Negro levou o gol que recolocou o Xavante de volta no duelo.

- Se tivéssemos terminado o jogo 0 a 0, iríamos embora satisfeitos. O gol deles saiu aos 47 e de uma maneira que não foi legal. Uma coisa é colocar o pé na cabeça do cara, outra é o cara abaixar a cabeça até o pé do jogador. Então não foi falta. E ele (o árbitro) ficou dando faltas. A jogada mais forte deles era essa, treinamos bastante isso, e uma hora acertaram. Trinta faltas do lado do campo, uma hora acertam. E foi no finalzinho. Foi um equívoco do árbitro, mas meus jogadores estão de parabéns pelo resultado - afirmou o treinador, analisando a participação da equipe diante do Brasil de Pelotas:

- Os jogadores estão de parabéns pela maneira como nossa equipe jogou, respeitando o Brasil. Vieram aqui para enfrentar um time difícil, muito bem articulado e armado. O ambiente de jogo não teve nada de hostil, violência. A cidade de Pelotas está de parabéns, recebeu muito bem o Flamengo. O importante é o espetáculo dentro do campo de jogo, da torcida. Aqui não tem Grêmio nem Inter, eles são xavantes mesmo. É um negócio bonito até de se ver. Vamos felizes para casa porque conseguimos um resultado e vamos levar a vantagem para o Rio. Mas também poderíamos estar em situação ainda melhor, porque eliminaríamos o segundo jogo.