icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/11/2014
21:37

Para arrecadar mais fundos para a equipe nas últimas rodadas como mandante no Campeonato Brasileiro, o Flamengo mandará as partidas contra o Criciúma e Vitória, em São Luiz do Maranhão e Manaus, respectivamente. Entretanto, para o duelo deste domingo, no Castelão, a delegação rubro-negra precisará se deslocar para a capital maranhense em voos separados, assim como o retorno ao Rio de Janeiro.

O técnico Vanderlei Luxemburgo criticou o procedimento da CBF pelo prazo curto em confirmar uma modificação de mando de campo fora do estado.

- Vamos em voos dividisos. Ano que vem, a CBF não pode detemirar só os dez dias para a mudança de jogos em outro estado. Acho que deveria ter um prazo para que os dirigentes direcionem os jogos que querem mandar fora. Vamos e voltaremos em dois ou três voos, e voltaremos também. São Luis não tem voo regular. Não adianta autorizar jogos com dez dias. Acho que quando saísse a tabela, deveria ter um prazo para ver os jogos fora - questionou Luxemburgo, que ainda falou da importância da motivação do elenco em jogos fora da cidade.

- É difícil encontrar motivação quando não se está disputando alguma coisa. Tem a responsabilidade profissional e o salário que ganhamos. Mas com esse jogo, tendo torcedores de outro estado, pode haver uma motivação diferente. Devemos dar uma satisfação ao torcedor.

E MAIS
> Cáceres treina e deve enfrentar o Criciúma no domingo
> ENQUETE: Pará é um bom nome para aliviar Léo Moura em 2015?

Para a partida deste domingo, 23 mil ingressos já haviam sido vendidos até quinta-feira à noite. Para o confronto do próximo dia 29, na Arena Amazônia, em Manaus, mais de 15 mil também já haviam sido comercializados.