icons.title signature.placeholder Guto Mariano
06/02/2015
17:26

Depois de o técnico Vanderlei Luxemburgo reconhecer que o atacante Marcelo Cirino carrega defeitos de formação de base - finalização e cabeceio -, foi a vez de outra questão voltar à tona na Gávea: o posicionamento ideal do atacante.

Para o treinador rubro-negro, o debate que envolve o setor de Cirino em campo pouco o preocupa. De acordo com Luxa, o jogador tem total liberdade de flutuar no ataque flamenguista.

- Essa discussão sobre o posicionamento do Marcelo não me assusta. Mas confundem qualquer um que jogue no ataque. Tem que saber o que é centroavante e atacante, não é? Tem o centroavante de ofício, que joga mais preso. E atacantes mais soltos, tipo o Ronaldo. Mas as pessoas não sabem o que estão discutindo. Eu vou fazer aquilo que tem que ser feito para o atleta render. Até porque, um dos melhores times do mundo na atualidade joga sem centroavante. O Brasil de 70 não tinha também. O Cirino joga em uma função livre no ataque. As pessoas querem discutir mas não têm conhecimento de causa.

O Flamengo de Cirino volta a campo pelo Campeonato Carioca neste sábado, contra o Resende, às 19h30, em Volta Redonda.