icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/07/2013
15:05

A torcida são-paulina agendou um protesto, por meio das redes sociais, para este domingo, antes da clássico diante do Santos, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, no portão principal do estádio do Morumbi. O principal alvo é a diretoria tricolor.

Por meio de uma página do Facebook, os torcedores criticam a atual situação política do clube e reclamam do comando do presidente Juvenal Juvêncio e dos diretores do Tricolor. O técnico Ney Franco, que corre risco de ser demitido, também é citado no protesto para que saia do São Paulo.

Os organizadores do evento pedem para que os torcedores utilizem camisas na cor preta e que não repudiem cada jogador da equipe individualmente. Em outras páginas, as manifestações estão agendadas para começar às 13h45, ou seja, cerca de duas horas antes de o clássico iniciar.

Torcida publica imagem para atrair os manifestantes (Reprodução)

"Pediremos a saída do Ney Franco (se ate lá ainda estiver no cargo). Não vamos xingar nenhum jogador individualmente, pedir raça e vontade. Amor à camisa é válido. Vamos xingar a diretoria inteira, muitos pontos a serem discutidos", diz um trecho do manifesto.

A torcida são-paulina agendou um protesto, por meio das redes sociais, para este domingo, antes da clássico diante do Santos, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, no portão principal do estádio do Morumbi. O principal alvo é a diretoria tricolor.

Por meio de uma página do Facebook, os torcedores criticam a atual situação política do clube e reclamam do comando do presidente Juvenal Juvêncio e dos diretores do Tricolor. O técnico Ney Franco, que corre risco de ser demitido, também é citado no protesto para que saia do São Paulo.

Os organizadores do evento pedem para que os torcedores utilizem camisas na cor preta e que não repudiem cada jogador da equipe individualmente. Em outras páginas, as manifestações estão agendadas para começar às 13h45, ou seja, cerca de duas horas antes de o clássico iniciar.

Torcida publica imagem para atrair os manifestantes (Reprodução)

"Pediremos a saída do Ney Franco (se ate lá ainda estiver no cargo). Não vamos xingar nenhum jogador individualmente, pedir raça e vontade. Amor à camisa é válido. Vamos xingar a diretoria inteira, muitos pontos a serem discutidos", diz um trecho do manifesto.