icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/11/2013
21:16

Em situações opostas, o Vasco, lutando para não cair, recebe o Cruzeiro, já campeão brasileiro, neste sábado, às 19h30, no Maracanã. Sem Dedé, que disse preferir não enfrentar o seu ex-clube, pelo qual é ídolo, a Raposa vai utilizar um time misto, mas que, mesmo assim, não deve facilitar a vida do Cruz-Maltino.

O Vasco, na 18º colocação, com 38 pontos, precisa da vitória para não ver suas chances de se salvar do rebaixamento se reduzirem a quase 0%. Em caso de derrota, o Vasco ainda não será matematicamente rebaixado, mas terá que vencer os dois últimos jogos e torcer por uma grande combinação de resultados. Já o Cruzeiro, com o título garantido, começa a testar jogadores que não foram muito utilizados neste ano, visando a próxima temporada.

Com a necessidade da vitória o técnico Adilson Batista, mais uma vez, muda o esquema e faz alterações na equipe. O treinador abandona o esquema com três zagueiros e um atacante, e deve escalar o time no 4-4-2, com Luan e Cris na zaga. O Vasco ainda conta com a volta de Pedro Ken, que estava suspenso.

Depois de começar dois jogos apenas do Edmilson no ataque, agora, Adilson Batista deve escalar Thalles para ser seu companheiro de ataque. Mas, mesmo assim, o técnico garante que não é só ter um atacante a mais que vai tornar o time mais ofensivo:

- Para vencer, às vezes, é preciso arriscar um pouco mais. São situações que temos mostrado, alertando para que tenhamos um poder de fogo um pouco maior. Não é ter quatro na frente que fará você vai atacar mais. Esse é o conceito que eu tenho.

SEM DEDÉ

Campeão Brasileiro há duas rodadas, o técnico Marcelo Oliveira aplicando o esquema de rodízios de jogadores no time titular do Cruzeiro. Já pensando nos possível atletas aproveitados para 2014, além de evitar novos desgastes físicos, o treinador do Cruzeiro deverá escalar a equipe celeste sem cincos titulares, dentre eles Fábio, que atuou em todas as partidas até então, e Dedé, que deixou claro que preferia ficar de fora da partida contra seu ex-clube.

Para o comandante estrelado, a declaração do Mito não influenciou para que Marcelo o deixasse de fora da lista de relacionados para o jogo no Rio.

- Foi coincidência. O Dedé não jogaria de qualquer jeito. Ele viajou com a Seleção, numa viagem longa, e teve um problema no pé, ainda sentia o tornozelo. Já tinha previsto que tanto ele quanto Borges e Dagoberto voltariam para o jogo com o Bahia - falou Marcelo Oliveira.

Além dos três jogadores citados pelo treinador, Bruno Rodrigo, recém recuperado de lesão na coxa esquerda, e Fábio, que sequer treinou com bola nesta semana, também não viajaram para a equipe. A oportunidade surge para o jovem goleiro Rafael, que ainda não atuou no Brasileiro até o momento, além de Paulão, que fará seu segundo jogo na zaga celeste, e Vinícius Araújo, com mais uma oportunidade no time titular.

FICHA TÉCNICA:
VASCO x CRUZEIRO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 23/11, sábado - 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Marcos Andre Gomes da Penha (ES)
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES)

VASCO: Alessandro; Fagner, Cris, Luan e Yotún; Guiñazú, Abuda, Pedro Ken e Marlone; Edmilson e Thalles - Técnico: Adilson Batista

CRUZEIRO: Rafael; Ceará, Leo, Paulão e Egídio; Nilton e Lucas Silva; Everton Ribeiro, Ricardo Goulart e Willian; Vinícius Araújo - Técnico: Marcelo Oliveira.