icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
03/12/2013
07:05

Luis Felipe já separou o passaporte e está de malas prontas. Se nenhum imprevisto acontecer, o lateral-direito do Palmeiras viaja na próxima semana rumo a Lisboa (POR) para fazer os primeiros exames médicos no Benfica. O jogador de 22 anos, titular na campanha do título do Verdão da Série B, já firmou pré-contrato por quatro temporadas com os Encarnados e tem voo para Portugal previsto no próximo dia 10, na terça.

Mesmo com as avaliações agendadas na Europa, não está descartada a possibilidade de ele cumprir seu vínculo com o Palmeiras até o fim, em março de 2014. Desta maneira, ele só poderia disputar competições com os Águias a partir de agosto. Para liberar Luis Felipe em janeiro, a diretoria alviverde gostaria de garantir a permanência de Alan Kardec por mais tempo no Palestra Itália. Emprestado pelo clube lisboeta até o próximo mês de junho, o atacante tem os direitos econômicos avaliados entre 5 e 6 milhões de euros (de R$ 15 milhões a R$ 18 milhões).

Como o Palmeiras não tem dinheiro em caixa suficiente para realizar este investimento, está disposto a fazer uma composição que mantenha no elenco seu centroavante titular e libere a revelação da base, que tem a transferência como objetivo. Se o lateral sair em março, o Verdão não terá nenhuma compensação financeira. Caso a despedida seja no fim deste ano, o Alviverde baterá o pé por alguma reparação - de preferência a manutenção de Kardec.

Luis Felipe tinha a sua renovação encaminhada no meio do ano, mas um erro de digitação na nova papelada inviabilizou o acerto. Em seguida, Luis Felipe pediu 400% de aumento: reivindicou que seu salário subisse de R$ 20 mil para R$ 100 mil. Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, irritou-se com esta postura do atleta. Ciente da perda iminente na lateral, o clube já procura no mercado uma peça de reposição.