icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
icons.title signature.placeholder Bruno Grossi
21/08/2015
13:12

A maré de más notícias no São Paulo foi reforçada no fim da manhã desta sexta-feira. Após deixar a derrota para o Ceará por 2 a 1 ainda no intervalo devido a dores no joelho direito, o centroavante Luis Fabiano foi submetido a exames detalhados e teve um estiramento no ligamento colateral medial detectada. O prazo de recuperação é de três semanas a um mês.

Nesta temporada o veterano havia sofrido apenas lesões musculares de menor gravidade, mas agora desfalcará o Tricolor em um momento decisivo para as pretensões do clube. Às 16h de domingo, no Maracanã, Fabuloso já não participará do confronto com o Flamengo na abertura do returno do Campeonato Brasileiro e deve perder até as quartas de final da Copa do Brasil, caso a equipe consiga reverter a vantagem do Ceará na próxima quarta-feira, às 19h30.

Com sete baixas no elenco desde que foi contratado, o técnico Juan Carlos Osorio não tem nenhum centroavante de ofício para substituir Luis. Alexandre Pato é quem mais se aproxima da função, que pode ser exercida por Ricardo Centurión e Wilder Guisao em casos emergenciais. Rogério, emprestado pelo Náutico ao Vitória e próximo do Morumbi, pode atuar na posição, mas nem sequer assinou contrato e não poderá disputar a Copa do Brasil.

- Wilder é muito rápido, chegou agora e está se entrosando, tem dificuldade de falar português, é tímido. Ele tem treinado bem, quase fez um gol e tem todo o apoio da equipe. Vamos aproveitar a velocidade dele para ajudar o São Paulo. um gol pode deixá-lo mais à vontade para jogar. Não sei quem será o companheiro, pode ser o Carlinhos, Michel, eu posso sair... Mas quem jogar precisa fazer o melhor para sairmos com a vitória - opinou Pato.

O camisa 11, mesmo atuando como ponta esquerda, é o artilheiro do são Paulo no ano com 20 gols. O astro, porém, admite preocupação com o excesso de chances desperdiçadas pelo Tricolor nos últimos jogos. Contra o Ceará, por exemplo, foram 22 finalizações e apenas um gol marcado.

- Foram 22 finalizações, tentamos... Até minha mãe mandou mensagem para dizer que o goleiro foi o melhor, o herói. As oportunidades que temos, erramos, o goleiro salva. A dos rivais, eles fazem na primeira. Corinthians, Atlético-MG, Ceará, fomos muito melhores e eles mataram o jogo. Temos que matar primeiro - pediu o goleador.

A maré de más notícias no São Paulo foi reforçada no fim da manhã desta sexta-feira. Após deixar a derrota para o Ceará por 2 a 1 ainda no intervalo devido a dores no joelho direito, o centroavante Luis Fabiano foi submetido a exames detalhados e teve um estiramento no ligamento colateral medial detectada. O prazo de recuperação é de três semanas a um mês.

Nesta temporada o veterano havia sofrido apenas lesões musculares de menor gravidade, mas agora desfalcará o Tricolor em um momento decisivo para as pretensões do clube. Às 16h de domingo, no Maracanã, Fabuloso já não participará do confronto com o Flamengo na abertura do returno do Campeonato Brasileiro e deve perder até as quartas de final da Copa do Brasil, caso a equipe consiga reverter a vantagem do Ceará na próxima quarta-feira, às 19h30.

Com sete baixas no elenco desde que foi contratado, o técnico Juan Carlos Osorio não tem nenhum centroavante de ofício para substituir Luis. Alexandre Pato é quem mais se aproxima da função, que pode ser exercida por Ricardo Centurión e Wilder Guisao em casos emergenciais. Rogério, emprestado pelo Náutico ao Vitória e próximo do Morumbi, pode atuar na posição, mas nem sequer assinou contrato e não poderá disputar a Copa do Brasil.

- Wilder é muito rápido, chegou agora e está se entrosando, tem dificuldade de falar português, é tímido. Ele tem treinado bem, quase fez um gol e tem todo o apoio da equipe. Vamos aproveitar a velocidade dele para ajudar o São Paulo. um gol pode deixá-lo mais à vontade para jogar. Não sei quem será o companheiro, pode ser o Carlinhos, Michel, eu posso sair... Mas quem jogar precisa fazer o melhor para sairmos com a vitória - opinou Pato.

O camisa 11, mesmo atuando como ponta esquerda, é o artilheiro do são Paulo no ano com 20 gols. O astro, porém, admite preocupação com o excesso de chances desperdiçadas pelo Tricolor nos últimos jogos. Contra o Ceará, por exemplo, foram 22 finalizações e apenas um gol marcado.

- Foram 22 finalizações, tentamos... Até minha mãe mandou mensagem para dizer que o goleiro foi o melhor, o herói. As oportunidades que temos, erramos, o goleiro salva. A dos rivais, eles fazem na primeira. Corinthians, Atlético-MG, Ceará, fomos muito melhores e eles mataram o jogo. Temos que matar primeiro - pediu o goleador.