icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/03/2014
19:53

Há uma semana, Luis Fabiano afirmou que tinha objetivo especial para cumprir diante do Ituano. O centroavante, no entanto, manteve mistério sobre a meta, mas abriu largo sorriso quando se falou na possibilidade de forçar o terceiro cartão amarelo e chegar zerado às quartas de final do Campeonato Paulista. Neste domingo, Fabuloso conseguiu ser amarelado, assim como o também pendurado Antonio Carlos. Já Paulo Henrique Ganso exagerou na dose e acabou expulso.

Luis cometeu falta dura no meio de campo nos minutos finais do primeiro tempo e se irritou com o árbitro Cássio Luiz Zancopé. A torcida, no entanto, gostou da cena e gritou o nome do artilheiro do Paulistão. Ao final da derrota por 1 a 0 para o Galo de Itu, Fabuloso mostrou que seguia insatisfeito e reclamou das perguntas sobre a possibilidade de ter facilitado a vida dos rubro-negros para prejudicar o Corinthians.

- Nós tentamos. Eu nunca fico satisfeito com derrota - esbravejou.

Antonio Carlos, que poderia ser poupado já que sentiu cãibras na vitória sobre o CSA pela Copa do Brasil, entrou em campo e também conseguiu levar o terceiro amarelo. O objetivo esteve perto de ser alcançado por Paulo Henrique Ganso, mas o meia deu carrinho desnecessário minutos depois de ser amarelado e acabou expulso pelo árbitro. Agora, o camisa 10 não enfrenta o Botafogo na próxima rodada e chega à fase eliminatória ainda pendurado.

- O Ganso exagerou. Acho que esqeuceu que tinha tomado o cartão. Às vezes acontece, não foi nem um tipo de falta que ele costuma fazer. Ele queria dar o máximo - minimizou Muricy Ramalho.

São Paulo perde para o Ituano e elimina o Corinthians