icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
11:26

Em preparação para a estreia no Brasileiro, dia 20 de abril, contra o Criciúma, fora de casa, o time profissional do Palmeiras teve um teste difícil na manhã desta sexta-feira: saiu perdendo por 2 a 0 em um jogo-treino contra a equipe sub-20 do clube, com direito até a uma caneta do centroavante Érik no pentacampeão Lúcio, mas viraram para 4 a 2, com três de Leandro e um de Marquinhos Gabriel. Depois, com os dois times totalmente trocados, os reservas do Verdão fizeram 5 a 0: três gols de Rodolfo, um de Felipe Menezes e um de Patrick Vieira.

Gilson Kleina mandou a campo uma equipe ainda desfigurada, já que alguns atletas buscam a melhor forma física após lesões. Os titulares jogaram com: Fábio; Serginho, Lúcio, Tiago Alves e William Matheus; Marcelo Oliveira, Josimar e Bruno César; Marquinhos Gabriel, Leandro e Alan Kardec.

Os primeiros 20 minutos foram dominados pelo sub-20, que teve como maior destaque o lateral-esquerdo Mateus Muller, convocado recentemente para a Seleção Brasileira pré-olímpica - assim como Leandro. O primeiro gol foi de Chistopher, meia de 19 anos que invadiu a área pela esquerda, passou entre dois marcadores com muita habilidade e bateu cruzado. Juninho, 18 anos, o outro armador, fez o segundo com um lindo chute de fora da área. Ainda houve ótimas tabelas e um chute na trave, sem contar a bola que Érik, 20 anos, colocou entre as pernas de Lúcio, que deu um grito de decepção na sequência.

O time dos garotos, que disputará o Paulistão da categoria a partir de 10 de maio e foi observado atentamente por Erasmo Damiani, gerente da base, foi armado com: Bruno (reserva do profissional); Léo Cunha, Gabriel Dias, Alexandre e Mateus Muller; Julen Sandy, Matheus Sales, Chistopher e Juninho; Mateus Gonçalves e Érik.

Aos poucos, o time principal fez valer a força física. Marquinhos Gabriel, que teve boa atuação, marcou o primeiro após jogada pela esquerda. Depois foi a vez de Leandro brilhar: em má fase e sem fazer gol desde o jogo de ida contra o Vilhena, pela Copa do Brasil, em 12 de março, ele balançou as redes três vezes em jogadas de oportunismo.

No segundo tempo, as duas equipes foram bastante modificadas e os profissionais marcaram mais quatro gols: dois de Rodolfo, um de Felipe Menezes e um de Patrick Vieira. A equipe foi: Vinícius; Bruninho, Eguren, Wellington e Victor Luís; Renato, Mazinho, Felipe Menezes e Mendieta (Miguel); Patrick Vieira e Rodolfo.

Entre os que se recuperam de lesão, o meia Valdivia e o volante França nem foram para o gramado, enquanto o goleiro Fernando Prass apenas correu. Os laterais Wendel e Juninho, o volante Wesley e o atacante Diogo trabalharam com bola, mas em um exercício de dois toques em espaço reduzido, com os atletas pouco utilizados. O zagueiro Victorino, recuperado de lesão na panturrilha, fez atividades específicas. Os únicos desfalques para dia 20 deverão ser o lateral-direito Bruno Oliveira, que faz reforço muscular, e o zagueiro Thiago Martins, que se recupera de cirurgia no joelho.