icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/03/2014
20:26

O São Paulo vencia o Atlético-MG por 1 a 0 no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América de 2013 quando Lúcio cometeu falta dura e acabou expulso. Um ano depois, o agora palmeirense reconheceu o erro cometido no Morumbi e que permitiu a virada do Galo por 2 a 1. Na volta, os mineiros, que seriam os campeões do torneio, golearam por 4 a 1 na Arena Independência.

– Ali foi irresponsabilidade minha, até porque foram duas bolas, com dois cartões amarelos, e o segundo é vermelho, né. Não posso usar de desculpa, estádio, juiz ou qualquer outra coisa. Foi lance normal, onde norlmamente se toma cartão amarelo e eu infelizmente tomei dois em pouco tempo – lamentou o zagueiro, em entrevista ao canal ESPN.

Apesar de reconhecer o erro que culminou na eliminação do São Paulo na Libertadores da temporada passada, Lúcio não deixou de criticar o ex-clube. Dispensado após ser afastado por Paulo Autuori e terminar o ano encostado com Muricy Ramalho, o beque afirmou que o Tricolor exagera no conforto dado aos jogadores, assim como os elogios às estruturas dos centros de treinamentos também são exacerbados.

- Tem um pouco de exagero, até porque a estrutura que o jogador precisa não passa de boa alimentação, lugar para concentrar, boa academia e campo. Essa é a estrutura que um grande clube precisa e eu sempre tive na Europa. Existe exagero, sim, alguns clubes no Brasil tem essa estrutura e essa condição para os jogadores também.