icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
17/07/2014
20:36

O episódio da vaia a Barcos na Arena, durante o empate com o Goiás em 0 a 0 teve outro protagonista. O jovem Lucas Coelho, que entrou no lugar do camisa 9, aos 25 do segundo tempo, e que quase marcou o gol da vitória ao desferir chute forte de fora da área, que acertou a trave. O centroavante de 19 anos garante que tem capacidade para ser titular gremista, mas que dará força ao capitão para ajudá-lo a superar a má fase.

A opção de Enderson Moreira, elogiado pelo treinador pela força física, teve duas boas chances durante os cerca de 25 minutos que esteve em campo. Coelho garante estar preparado para uma chance desde o início e diz que evoluiu muito com uma pré-temporada com o elenco principal, algo que não aconteceu no último ano.

- Deixo a critério do Enderson, ele sabe que pode contar comigo. Eu entrando bem nos jogos o Grêmio só tem a ganhar. Estou pronto a ajudar na hora que for requisitado. O que posso dizer é que sempre quando for requisitado, vou dar meu melhor. Com certeza quero jogar, quem não quer jogar, não serve. Todo mundo busca o espaço. Mas o treinador é pago e está aí para isso - disse o jovem centroavante.

Observando o jogo do banco, Lucas percebeu algumas situações. Admite maior ansiedade em quem fica esperando uma chance durante a partida. Mas diz que não adianta falar o que faria se estivesse em campo e não produzir quando receber a chance. Além disso, o jovem também garante que o grupo abraça o titular Barcos no momento de má fase, algo já feito por comissão técnica e diretoria.

- Ele é o capitão, mas quando um jogador passa por um momento difícil, a ajuda tem que vir dos outros companheiros. Não é porque está com a faixa que só ele lidera. Tem bastante jogadores experientes que podem ajudar e dar uma força, assim como eu vou tentar ajudar da forma que eu puder. É um ícone para nós e também precisa de ajuda. Não é porque ele é experiente que não precisa de apoio. O grupo todo é unido e vai ajudar ele no momento difícil que está passando - destacou Lucas Coelho.

O Grêmio volta a treinar às 10h desta sexta-feira. A atividade, no entanto, não deve indicar nenhuma equipe. A tendência até é por manutenção do time que enfrentará o Figueirense, no sábado, no Orlando Scarpelli.