icons.title signature.placeholder Joana Bueno
19/12/2013
15:36

Enquanto os titulares do Atlético-MG na derrota com o Raja Casablanca (MAR), na quarta-feira, o dia seguinte mostrou o gosto de ressaca dos reservas da equipe. Um dos atletas a entrar no decorrer da partida, o meia-atacante Luan recorreu ao tom de resignação para pedir desculpas aos torcedores:

- Estou triste para caramba. queria dar esse título à torcida. Assim como muitos jogadores já fizeram. eu peço desculpas. Mas tudo aquilo que a gente fez durante o ano também não pode ser jogado fora. É erguer a cabeça, a vida segue. O que nos resta é brigar por esse terceiro lugar e sair daqui de forma digna - disse Luan.

O lateral-esquerdo Junior Cesar confessou que sua maior lamentação é não poder ser mais útil ao Galo:

- Essa é talvez minha maior lamentação, até porque eu ajudei bastante na Libertadores. Mas não cabe só a você, cabe a quem está no comando. Em todo momento, vou obedecer. Foi a decisão do treinador e vou semrpe respeitar a decisão daquele que está acima de mim.

O jogador pediu cautela na forma do Atlético-MG planejar o novo escolhido para comandar a equipe:

- Tem que ter muito cuidado, pois não se pode jogar um trabalho fora. O time foi campeão mineiro e da Libertadores. Cabe à diretoria, ao presidente, à diretoria. Eles têm experiencia grande para escolher a pessoa certa e escolher uma pessoa para conduzir um trabalho que vem sendo feito há muito tempo.