icons.title signature.placeholder RADAR/RNL - Folha de Londrina (PR)
04/02/2015
15:36

Vencer e manter os 100% de aproveitamento no Campeonato Paranaense. Este é o objetivo do Londrina para o dérbi regional contra o Nacional, nesta quarta-feira, às 20h, no estádio do Café, em duelo válido pela segunda rodada da primeira fase. Depois de bater o Foz do Iguaçu por 3 a 0, na estreia, no último domingo, o Tubarão quer aproveitar o fator casa para somar mais três pontos e manter a liderança do torneio.

- Jogo em casa temos que pontuar, independentemente de quem seja o adversário. No ano passado, pecamos em alguns jogos em casa na primeira fase e isso quase nos custou a classificação, então fica a lição de que não podemos vacilar - indicou à Folha de Londrina o meia Celsinho, que está recuperado de uma pancada sofrida contra o Foz do Iguaçu e confirmado entre os titulares.

O jogador lembrou que se trata de um dérbi regional e, por isso, acredita que o Londrina não terá a mesma facilidade que encontrou diante do time da fronteira.

- Pelo que vimos do jogo com o Coritiba, é uma equipe que mostrou muita força. Enquanto teve seu vigor físico em dia bateu de frente e buscou o empate, então creio que será uma partida totalmente diferente da que foi com o Foz, até pelo fato de ser um dérbi - analisou o camisa 10 alviceleste.

O time que vai a campo será o mesmo que bateu o Foz do Iguaçu. Mesmo aprovando a atuação de Rone Dias, que entrou no segundo tempo e marcou o terceiro gol contra o Foz, o treinador não fará alterações no meio-campo, com o objetivo de dar ritmo de jogo e entrosamento aos atuais titulares. Quem comemora a manutenção do trio de volantes é o lateral esquerdo Allan Vieira, destaque do Londrina no último domingo. Segundo ele, o sistema tem facilitado suas descidas ao ataque.

- O professor sempre deu certa liberdade para mim e para o Lucas (Ramon) apoiarmos. Do meio para frente a gente pode tentar a jogada. Isso tem dado certo e espero que continue -  exaltou o lateral, que tem sido um dos destaques do LEC neste início de temporada e diz estar pronto para encarar uma marcação mais acirrada dos rivais.

Se o time titular não muda, ao menos o banco de reservas terá novidades. Devidamente regularizado junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o atacante nigeriano Kanu ficará no banco de reservas pela primeira vez. O mesmo não deve acontecer com o meia-atacante Hiago, que voltou ao clube após ver sua transferência melar no final de semana.

FICHA TÉCNICA

Londrina: Vítor; Lucas Ramon, Dirceu, Sílvio e Allan Vieira; Germano, Bidía, Léo Maringá e Celsinho; Wéverton e Arthur. Técnico: Claudio Tencati

Nacional: Aleks; Diego Fiuza, Douglas, Humberto e João Victor? Dodô, Nando, Ismael e Neném; Tcharlles e Vieira. Técnico: Rafael Andrade