icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
07:00

A maré virou. A vitória sobre o Botafogo, o título antecipado da Taça Guanabara e uma suposta tranquilidade causada pela até então boa fase do time parecem ter se desmanchado na noite de quarta-feira, no Maracanã. O inesperado empate com o Bolívar, somado aos inúmeros problemas físicos, trouxeram, agora, o tormento.

O clima, que no início desta semana era de relaxamento, passou a ser de apreensão. O paraguaio Cáceres, que vinha em ascensão, teve uma luxação no ombro direito detectada. Substituído no fim do jogo contra o Bolívar, já está cortado do próximo compromisso diante da equipe boliviana, na quarta-feira, em La Paz. O tempo de recuperação, inclusive, ainda não foi divulgado.

E MAIS
- Fla vive com fantasma de eliminação precoce em 2012, mas Jayme confia
- Everton lamenta ausência, mas projeta classificação do Flamengo na Libertadores

Além de Cáceres, outros dois jogadores deixaram a partida de quarta-feira antes do fim. O lateral-direito Léo, que estava substituindo o já lesionado Léo Moura, sentiu um incômodo no músculo posterior da coxa direita. O mesmo problema atingiu o meia Elano. Ambos foram avaliados pelo departamento médico rubro-negro e seguem em tratamento.

Em meio ao prejuízo obtido na partida contra o Bolívar, duas possíveis recuperações surgem como um alento ao técnico Jayme de Almeida. Cortados na partida passada, o capitão Léo Moura e o lateral-esquerdo André Santos aparentam estar se recuperando de seus respectivos problemas físicos.

É neste contexto de incertezas que o Rubro-Negro começa a se preparar para dar prosseguimento à disputa da Libertadores. Em segundo lugar no Grupo 7 da competição internacional, com quatro pontos, o Fla enfrentará o Bolívar, na altitude de quase 3.700 metros de La Paz. A delegação chega em Santa Cruz de la Sierra no domingo, treina na cidade segunda e terça-feira e sobe para La Paz apenas no dia da partida.

Depois deste duelo, a equipe atuará mais uma vez pela Libertadores longe de sua torcida.  No dia 2 de abril, o time da Gávea vai a Guaiaquil (EQU), onde irá encarar o Emelec, pela penúltima rodada da fase de grupos. O Fla encerra a sua participação contra o León, no Maracanã.