icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/04/2014
16:30

Derrotado na Justiça pelo Palmeiras, Luis Felipe treina separado do elenco na Academia de Futebol. Depois do clube conseguir comprovar a validade do vínculo com o lateral-direito até o fim do ano (as partes vivem em litígio desde o ano passado), o jogador reclamou pelo fato de o Verdão não aceitar as propostas que ele alega terem sido feitas por outros clubes.

- Tem um monte de propostas e os caras não aceitam nada - resumiu o incomodado jogador, na tarde desta terça-feira, na Academia de Futebol, de acordo com o site "GazetaEsportiva.net".

A briga entre o atleta e clube começou porque, no primeiro semestre do ano passado, o Verdão acertou a prorrogação do vínculo do jogador (que se encerraria neste mês de março) até o fim de 2014. O clube, porém, redigiu um formulário de registro na Federação Paulista de Futebol com erro na elaboração, que previa equivocadamente o término em dezembro de 2013.

Após notar a falha, Luis Felipe solicitou valores bem maiores para renovar e entrou em atrito com a diretoria. Diante do impasse, o Alviverde acionou o atleta na Justiça do Trabalho, antes de a FPF considerar válida a renovação até o fim de dezembro. A juíza que analisava o caso o extinguiu, contudo a defesa do jogador promete entrar com um recurso.

Enquanto não se resolve o problema, o jogador, que realizou uma boa Série B, treina em horários separados junto de outros atletas que retornaram de empréstimo e não estão sendo utilizados. No fim de 2013, Luis Felipe chegou a acertar um pré-contrato e fazer exames médicos pelo Benfica (POR), mas a vitória do Palmeiras na Justiça invalidou o acordo com os lusos.