icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
16/06/2014
18:22

Lionel Messi e o defensor Rojo foram os jogadores escolhidos para falar na Cidade do Galo na tarde desta segunda-feira, poucas horas depois da vitória sobre a Bósnia na estreia da seleção argentina na Copa do Mundo. E, como não poderia ser diferente, o camisa 10 foi o centro das atenções.

Com a tranquilidade de sempre, o meia-atacante comentou sobre os primeiros 90 minutos da equipe em solo brasileiro, contou suas impressões sobre o Mundial, além de outros assuntos, como a presença da torcida e até mesmo sobre o Barcelona.

Em relação à estreia, Messi lembrou que há uma expectativa e uma ansiedade a mais por ser o primeiro jogo da competição.

L!TV:
> Messi marca em vitória da Argentina sobre a Bósnia

- Não é fácil jogar essa primeira partida. Foi especial pode fazer um gol, pelo momento que estava (do jogo), o 2 a 0 nos deu tranquilidade em campo - afirmou.



Como não poderia ser diferente depois do péssimo primeiro tempo, a parte tática foi abordada na coletiva de imprensa. O camisa 10 não quis se indispôr com o treinador, que escalou cinco defensores no esquema 5-3-2, alterando depois na segunda etapa.

- Foi uma questão de Alejandero (Sabella), nós estávamos mais atrás, mas com a entrada de Pipa (Huguaín), tivemos mais chances (de gol) - lembrou.

Messi também falou do nível do Mundial e comentou sobre as seleções que viu jogar.

- Das partidas que eu vi, Holanda e Alemanha foram as melhores. Mas há seleções que ainda não deram tudo que podem dar - avisou.