icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
08/03/2014
14:56

O meia veterano Lincoln, recém-chegado ao Bahia por empréstimo junto ao Coritiba, foi apresentado oficialmente na tarde desta sexta-feira (07), no Fazendão. Após um mês de negociação, e uma recepção negativa por parte da torcida, Lincoln assinou com o Esquadrão por uma temporada e contou que a tradição do clube pesou para aceitar a proposta de jogar em Salvador:

- Desde o primeiro momento, quando houve o interesse, falei que queria vim, porque sei da tradição, da história, já joguei contra e conheço a torcida.

Lincoln também revelou que sua amizade com o treinador Marquinhos Santos,com quem trabalhou no Coritiba, também pesou na sua decisão de jogar pelo Bahia.

- Fui capitão do time dele. Claro que é um amigo, mas eu respeito como treinador. Pesou, mas pesou mais pela questão do Bahia, de um grande clube estar interessado em mim - declarou.

Apesar da amizade com o comandante do elenco, a vaga de titular ainda não está garantida para Lincoln. O meia já está regularizado junto à CBF, mas não vai jogar nesse domingo, contra o Jacuipense, por questões documentais. O próprio Marquinhos Santos não garante vida fácil ao antigo colega de trabalho:

- O treino é que vai conduzir se ele será aproveitado ou não. Não posso prever. Chega pra agregar. Entra nesse leque de opções.

Bahia e Jacuipense entram em campo nesse domingo (09), às 17h, na Arena Fonte Nova, pela 6ª rodada da segunda fase do Baianão. O Bahia é o líder do Grupo 3, com 8 pontos somados, enquanto o Jacuipense é o lanterna do Grupo 2, com 4 pontos somados.