icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
21/08/2015
17:18

Depois de estrear com vitória fora de casa, por 2 a 0, sobre o Moreirense, o Arouca encara o Benfica neste domingo, pela segunda rodada da Liga Portuguesa. A partida será disputada em Aveiro, cidade a cerca de 60km de Arouca, devido à maior capacidade do estádio local para o jogo: 30 mil espectadores contra somente 5 mil de Arouca. Ciente das necessidades de logística e financeiras do clube, o lateral-esquerdo Lima entendeu a decisão da diretoria.

- É complicado abrir mão de jogar no nosso estádio, com o apoio de nossa torcida. Mas é a necessidade. É uma ótima oportunidade para o clube obter uma receita extra e fortalecer a marca em outra cidade. Vamos jogar em um estádio com jma estrutura muito boa, gramado em ótima qualidade e temos tudo para fazermos uma grande exibição - disse.

Para o brasileiro, enfrentar o Benfica tem um sabor especial. Além de toda a vitrine para o futebol europeu de forma geral, o lateral chamou a atenção para a importância de fazer um grande jogo coletivamente.

- Será um jogo muito especial. Sempre sonhei em jogar contra um grande clube europeu e sei o que isso representa. Vai ser uma vitrine excelente para toda a Europa. Penso muito no meu futuro e fazer um bom jogo contra o Benfica certamente está nos meus planos. Além disso, sabemos da importância em conseguirmos um bom resultado. Tivemos uma excelente estreia e manter a pegada diante de um dos favoritos ao título com certeza elevará ainda mais o nosso moral - disse.

Depois de estrear com vitória fora de casa, por 2 a 0, sobre o Moreirense, o Arouca encara o Benfica neste domingo, pela segunda rodada da Liga Portuguesa. A partida será disputada em Aveiro, cidade a cerca de 60km de Arouca, devido à maior capacidade do estádio local para o jogo: 30 mil espectadores contra somente 5 mil de Arouca. Ciente das necessidades de logística e financeiras do clube, o lateral-esquerdo Lima entendeu a decisão da diretoria.

- É complicado abrir mão de jogar no nosso estádio, com o apoio de nossa torcida. Mas é a necessidade. É uma ótima oportunidade para o clube obter uma receita extra e fortalecer a marca em outra cidade. Vamos jogar em um estádio com jma estrutura muito boa, gramado em ótima qualidade e temos tudo para fazermos uma grande exibição - disse.

Para o brasileiro, enfrentar o Benfica tem um sabor especial. Além de toda a vitrine para o futebol europeu de forma geral, o lateral chamou a atenção para a importância de fazer um grande jogo coletivamente.

- Será um jogo muito especial. Sempre sonhei em jogar contra um grande clube europeu e sei o que isso representa. Vai ser uma vitrine excelente para toda a Europa. Penso muito no meu futuro e fazer um bom jogo contra o Benfica certamente está nos meus planos. Além disso, sabemos da importância em conseguirmos um bom resultado. Tivemos uma excelente estreia e manter a pegada diante de um dos favoritos ao título com certeza elevará ainda mais o nosso moral - disse.