icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/12/2013
19:53

Os fãs da Liga Mundial de vôlei terão que se acostumar com um novo formato a partir de 2014. A Federação Internacional de vôlei (FIVB) decretou em sua reunião anual do último domingo, em Lausanne, na Suíça, o aumento do número de participantes de 18 para o número recorde de 28.

O presidente da entidade, Ary Graça, explicou que a mudança tem o objetivo de inserir os países periféricos no contexto do voleibol de alto nível.

– É um momento histórico para a FIVB e para a Liga. Gostaria de parabenizar os novos países envolvidos, que agora têm a oportunidade de jogar em nível mundial – falou Ary Graça.

As duas primeiras chaves, a A e B, são formadas por times em melhor posição no ranking. No primeiro, estão Brasil e Itália, países que mais vezes conquistaram o torneio, Brasil.  O B é composto pela Rússia, campeã olímpica, europeia e da Liga Mundial. Os demais serão formados por forças intermediárias (C,D e E), e de menor expressão (F e G).

Confira os grupos da próxima edição da Liga Mundial:

Grupo A: Brasil, Itália, Polônia e Irã

Grupo B: Rússia, EUA, Bulgária e Sérvia

Grupo C: Bélgica, Canadá, Austrália e Finlândia

Grupo D: Argentina, Alemanha, França e Japão

Grupo E: Holanda, Coreia, Portugal e República Tcheca

Grupo F: Tunísia, Turquia, Cuba e México

Grupo G: Porto Rico, China, Eslováquia e Espanha