icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/04/2014
18:44

A Espanha terá dois representantes na semifinal da Liga Europa. Nesta quinta-feira, nos jogos de volta das quartas de final da competição, em casa, os times do país inverteram a vantagem dos oponentes. O Sevilla tirou o Porto. Já o Valencia conseguiu um milagre no Mestalla ao passar pelo Basel. A dupla se junta a Benfica e Juventus na briga pelo título do segundo torneio de clubes mais importantes do continente europeu.

A Uefa sorterá, nesta sexta-feira, a partir de 7h (horário de Brasília), os dois confrontos da semifinal da Liga Europa.

VALENCIA CONSEGUE FAÇANHA HISTÓRICA

O Valencia entrou em campo com ampla desvantagem no confronto contra o Basel. Depois de perder por 3 a 0, na ida, o time precisava vencer por quatro gols de diferença. No tempo regulamentar, cumpriu uma missão quase impossível: 3 a 0, levando o jogo à prorrogação. Com dois jogadores a mais no tempo extra, os espanhóis ampliaram a vantagem para 5 a 0. É a primeira vez que uma equipe tira desvantagem de três gols de diferença na história da Liga Europa. Alcacer (três vezes), Vargas e Bernat marcaram os tentos da classificação.

SEVILLA NÃO DÁ CHANCE AO PORTO

O Sevilla sufocou o Porto e conseguiu resolver a classificação para a semifinal da Liga dos Campeões da Europa logo nos primeiros 29 minutos. Com gols de Rakitic, Vitolo e Bacca, a equipe espanhola abriu boa vantagem na primeira etapa. Gameiro fez o quarto na segunda etapa. E Quaresma anotou o gol de honra dos portugueses, somente nos descontos. No placar agregado, vitória dos andaluzes por 4 a 1.

JUVENTUS NÃO DEIXA ESCAPAR A VITÓRIA

A Juventus voltou a vencer o Lyon, desta vez, em Turim. Depois de bater os franceses por 1 a 0, os alvinegros bateram o adversário por 2 a 1. Pirlo abriu o placar logo no início do embate. Briand deixou tudo igual. Na segunda etapa, Umtiti (contra) resolveu a favor da Velha Senhora.

BENFICA DESPACHA O AZ

O Benfica entrou em campo com vantagem de 1 a 0, conquistada na Holanda. No Estádio da Luz, em Lisboa, os Encarnados não deram sopa ao azar e despacharam o adversário com uma vitória de 2 a 0, com dois gols do meia Rodrigo, brasileiro naturalizado espanhol.