icons.title signature.placeholder Radar/LANCEPRESS!
04/11/2014
15:07

O técnico Dunga já está preocupado com quais times podem chegar à final da Liga dos Campeões. É que ele já está projetando a possibilidade de ter a preparação para a Copa América prejudicada, caso algum dos selecionáveis tenha que disputar o título da principal competição de clubes do mundo.

A final da Liga será no dia 6 de junho, em Berlim. Ou seja, cinco dias antes do pontapé inicial da Copa América, que será disputada no Chile. Nessa data, Dunga já pretende ter o grupo unido para os treinamentos na Granja Comary, em Teresópolis. Se o treinador já está preocupado com o fato de ter apenas três datas Fifa para amistosos antes da competição, a possibilidade de desfalques na preparação também o perturba.

- Na Copa América, não tenho certeza que vou ter essa oportunidade (treinar com o grupo completo) porque vai depender de quais clubes vão chegar à final da Liga dos Campeões. Se alguns clubes que têm jogadores brasileiros chegarem lá, vamos ter esses atletas só quatro, cinco dias antes de iniciar a Copa América - reclamou o treinador, em entrevista à Rádio 730, de Goiânia.

Levando em conta a convocação para os amistosos do Brasil contra Turquia e Áustria, dias 12 e 18 de novembro, Dunga tem que motivos para "secar", principalmente, Chelsea, Paris Saint Germain e, claro, o Barcelona. No time inglês há Filipe Luís, Oscar e Willian, além de Ramires, que só não foi chamado por estar se recuperando de lesão. Na equipe francesa, quase a zaga inteira da Seleção: Thiago Silva, David Luiz e Marquinhos. No Barça, simplesmente Neymar.

Luiz Felipe Scolari teve problema semelhante com Marcelo antes da Copa do Mundo. O lateral-esquerdo do Real Madrid jogou a final da Liga contra o Atlético de Madrid no dia 24 de maio. A Seleção se apresentou no dia 26 e ele só pôde aparecer no dia 28. Menos mal que a estreia no Mundial foi em 12 de junho, espaço de tempo que Dunga não terá na Copa América.