icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
24/02/2015
14:50

Durante a coletiva de imprensa após o UFC Porto Alegre, que foi realizado no último domingo, um assunto foi abordado com bastante atenção. Trata-se da questão envolvendo o médico Márcio Tannure, que é um dos profissionais da CABMMA (Comissão Atlética Brasileira de MMA), também dividir seu trabalho e cuidar de alguns lutadores específicos do Ultimate.

O diretor de conteúdo do UFC, Marshall Zelaznik foi o responsável por responder essa pergunta e deixou clara a sua opinião. Segundo o executivo da organização, ele não acredita que Tannure cuide separado de atletas e afirma que, caso isso aconteça, seria um conflito de interesses, já que ele é diretor-médico da comissão que cuida das questões de exames antidoping no país.

- Apesar de muitos afirmarem que alguns lutadores são tratados pelo doutor Márcio Tannure, ele mesmo diz que não é médico particular de nenhum deles. Esse assunto é preciso ser tratado com muita atenção, pois envolve a CABMMA e será resolvido com muito cuidado pela Comissão. Na minha visão teria um conflito de interesse se o médico da Comissão tratasse de lutadores de maneira particular. Creio que que não seja correto e o doutor Tannure também concorda - afirmou.