icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/07/2014
15:14

A Libertadores da América voltará a ser disputada após a parada para a Copa do Mundo. Nesta terça-feira, no Defensores del Chaco, em Assunção, Nacional-PAR e Defensor dão o arranque para as semifinais do torneio. A partida está marcada para começar às 21h15 (de Brasília).

As duas equipes jamais chegaram nesta instância da Libertadores. A melhor campanha até então do Defensor havia sido em 2007, quando chegou às quartas de final. Já o Nacional paraguaio jamais havia passado da fase de grupos.

Considerado o favorito neste duelo, o Defensor viajou ao Paraguai com dois desfalques. O técnico Fernando Curutchet não poderá contar com o lateral-direito Zeballos e com o zagueiro Arias. Este último, inclusive, protagonizou o episódio em que foi fotografado comemorando a classificação sobre o Atlético Nacional, nas quartas de final, ao lado de várias mulheres, juntamente com o companheiro de equipe Matías Malvino.

Para a lateral, Curutchet tem como opções Federico Gino e o juvenil Etcheverry. O restante da defesa já está definido com Correa, Malvino e Herrera.

No lado do Nacional, o técnico Gustavo Morínigo não poderá contar com os atacantes Bareiro e Benítez, ambos lesionados. No entanto, o time se reforçou durante a parada para a Copa do Mundo. Chegaram os também atacantes Brian Montenegro, Cecilio Domínguez e Ramón Cardozo, além do zagueiro Velázquez e do meia Marcos Acosta.

Montenegro, de apenas 21 anos, tem passagem pelo West Ham e foi campeão no primeiro semestre do Torneio Apertura paraguaio. Na ocasião o jogador defendeu o Libertad.

A partida de volta entre Defensor e Nacional-PAR está marcada para o próximo dia 29, no Estádio Centenário, em Montevidéu.