icons.title signature.placeholder Caio Carrieri
22/12/2013
07:09

O Palmeiras encontra mais dificuldades do que o esperado para contratar Moreira, lateral-direito do Libertad (PAR).

O diretor-executivo José Carlos Brunoro se reuniu em Assunção na última sexta-feira à noite e sábado com o presidente do clube paraguaio, Carlos Agüero, mas ainda não chegou a um acerto.

– As conversas avançaram, mas ainda não há acordo final pela contratação do Moreira. As tratativas seguem abertas, o Palmeiras é um clube grande, com prestígio, e Moreira quer ir para o Brasil – disse Agüero em entrevista ao LANCE!Net.

O atleta de 23 anos já tem bases salariais acertadas com o Verdão. Se a transferência de país vingar, receberá no Palestra Itália entre 30 mil e 40 mil dólares (R$ 70 mil e R$ 95 mil) por um contrato de três ou quatro temporadas.

A pedida do Libertad é de 2 milhões de dólares (R$ 4,7 milhões).

Inquieto por um desfecho feliz, Moreira não participou dos encontros entre os clubes e deixa a cargo do seu empresário, Hector Peralta, a tentativa de conseguir a liberação para defender o Palmeiras. O jogador mantém contatos frequentes com seu agente para se informar sobre as conversas.

– Eles se reuniram e eu estou ansioso pelo resultado – afirmou em rápido contato com a reportagem.

O interesse por Moreira surgiu depois do Verdão enfrentar o Libertad na última Copa Libertadores.

Na última quarta-feira, o lateral e seu representante se reuniram com o presidente do clube paraguaio. Durante a conversa, Moreira deixou clara para o mandatário a sua vontade de defender as cores da agremiação do Palestra Itália.

O vínculo do jogador com a sua equipe atual vai até o fim do próximo do ano. Por conta deste prazo, os gumarelos têm seis meses para receber uma recompensa financeira em uma possível venda. Depois, Moreira poderá assinar um pré-contrato e sair de graça.