icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/11/2013
17:15

O Sada Cruzeiro terá um clássico logo no primeiro jogo após a parada da Superliga. Neste sábado, os comandados de Marcelo Mendez enfrentam o Vivo/Minas, em Contagem, tentando manter os 100% de aproveitamento conquistados até aqui. Apesar da campanha distinta entre os times, o líbero Kachel, campeão mundial com a Seleção Brasileira Sub-23, não acredita em favoritismo.

— Mesmo com campanhas diferentes, acredito que o clássico não tenha favorito. Todos os jogos contra o Minas são muito equilibrados e difíceis. Eles vêm com um apetite a mais que o normal para vencer. As duas equipes são muito boas e vão ter que jogar muito bem para sair vencedores — disse o líbero.

Enquanto o Sada Cruzeiro lidera o campeonato, com 18 pontos, o Vivo/Minas ocupa a sexta colocação, com a metade da pontuação do rival. Os atuais campeões mundiais buscam o sétimo triunfo para manter o embalo na temporada.

— Esta parada foi muito boa para darmos uma descansada depois de uma sequência de jogos na Superliga e no Campeonato Mundial. Pudemos aperfeiçoar as partes física e técnica. E voltar a jogar em casa, com a nossa torcida, é sempre muito bom e motivante, ainda mais em um clássico com o Minas — completou Kachel.