icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/03/2014
08:14

Se os testes de pré-temporada da Fórmula 1 foram o bastante para "confundir" a todos, o cenário não se modificou muito durante as duas primeiras sessões de treinos livres em Melbourne, na Austrália. Lewis Hamilton, da Mercedes, apontado por muitos como favorito da temporada, sofreu com seu carro durante a primeira sessão, completando apenas uma volta e não marcando tempo. Já na segunda, conseguiu o melhor tempo, à frente de seu companheiro Nico Rosberg.

- Foi realmente um dia de duas metades hoje. Apesar de ficarmos desapontados por não ter nenhum tempo de pista nesta manhã, sabemos que esses "soluços" irão acontecer com os novos carros e temos que nos acostumar a isso - disse Hamilton em entrevista ao site oficial da Fórmula 1.

O problema com o carro, de acordo com os engenheiros da Mercedes, foi na pressão do óleo. Rosberg, na primeira metade, teve participação discreta, mas mais tempo de pista que o companheiro, com o sexto tempo, num total de 17 voltas.

- Me senti de pé novamente. Conseguimos pegar o ritmo rápido na segunda metade e encontramos o balanço certo facilmente. Estou confortável com o carro, então, no geral, foi um começo positivo - comentou.

A Mercedes continua como favorita ao topo dos treinos classificatórios deste sábado, mas, assim como na pré-temporada, onde "desviou" desse rótulo de favorito, Hamilton mantém os pés no chão quando o assunto são problemas e acertos do carro. 

- Precisamos focar nas informações agora e entender em que pé estamos. Temos uma boa base para o funal de semana, então, espero que possamos trabalhar nisso para a terceira sessão e ver onde estamos nos classificatórios - completou