icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/04/2014
04:18

Sem fugir às expectativas, Lewis Hamilton confirmou o favoritismo da Mercedes, liderou o treino classificatório para o GP da China na madrugada deste sábado e largará na pole position na corrida de domingo, às 4h (de Brasília), em Xangai. Esta será a quarta vez em quatro etapas na temporada 2014 que a equipe alemã sairá na primeira posição, sendo a terceira do inglês.

Hamilton terminou o treino com 1m53s860, seguido por Daniel Ricciardo (1m54s455) e Sebastian Vettel (1m54s960), da Red Bull. Em quarto, largará Nico Rosberg, também da Mercedes, à frente do espanhol Fernando Alonso, da Ferrari.

A chuva apertou e impôs dificuldades aos pilotos. O brasileiro Felipe Massa, da Williams, ficou na sexta posição, com 1m56s147. Já Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Jenson Button, da McLaren, amargaram apenas os 11ª e 12ª lugares.

Após provocar um acidente com o mexicano Esteban Gutiérrez, Pastor Maldonado, da Lotus, voltou a decepcionar, mas desta vez por um problema técnico ainda no terceiro treino livre que o impediu de ir à pista.

O TREINO

Os carros da Mercedes dominaram a primeira parte da disputa. Fernando Alonso, que liderou o primeiro treino livre, teve dificuldades, se desequilibrou nas curvas e se distanciou da parte de cima rapidamente. A maior parte dos pilotos precisou recorrer aos pneus de chuva extrema devido às condições da pista. 

Com a pista molhada, a Mercedes até viu sua superioridade cair diante de Sebastian Vettel, que chegou a assumir a liderança. Porém, na reta final do Q1, Lewis Hamilton recolocou sua equipe em vantagem. Gutiérrez, Kobayashi, Bianchi, Ericsson, Chilton e Maldonado acabaram eliminados do Q2.

Aos poucos, a chuva diminuiu de intensidade, o que fez com que os pilotos trocassem os pneus de antes para os intermediários. A segunda parte do treino começou com domínio das Mercedes. Hamilton mantinha-se em primeiro, enquanto Rosberg figurava atrás.

 Já Felipe Massa viveu fortes emoções, mas avançou ao Q3 na nona posição. No fim, Hamilton, Vettel, Rosberg, Ricciardo e Alonso terminaram nos cinco primeiros lugares.

A chuva aumentou ao fim do Q2. A terceira etapa teve carros com pneus intermediários e outros com o de chuva extrema, caso de Massa. Vettel até alimentou esperanças por um desfecho diferente do esperado, mas Hamilton logo assumiu a dianteira.

Rosberg também ficou a cola, mas errou mais do que podia. O último a cruzar a linha de chegada foi o brasileiro, que conseguiu superar o companheiro Bottas e garantir o sexto lugar.

Confira como ficou o grid de largada para o GP da China:

1. Lewis Hamilton (ING/Mercedes) – 1min53s860
2. Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull) – 1min54s455
3. Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) – 1min54s460
4. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) – 1min55s143
5. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) – 1min55s637
6. Felipe Massa (BRA/Williams) – 1min56s147
7. Valtteri Bottas (FIN/Williams) – 1min56s282
8. Nico Hulkenberg (ALE/Force India) – 1min56s366
9. Jean-Éric Vergne (FRA/Toro Rosso) – 1min56s773
10. Romain Grosjean (FRA/Lotus) – 1min57s079

Eliminados no Q2:

11) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) – 1m56s860
12) Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) – 1m56s963
13) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) – 1m57s289
14) Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) – 1m57s393
15) Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) – 1m57s675
16) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) –1m58s264

Eliminados no Q1:

17) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) – 1m58s988
18) Kamui Kobayashi (JAP/Caterham-Renault) – 1m59s260
19) Jules Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) – 1m59s326
20) Marcus Ericsson (SUE/Caterham-Renault) – 2m00s646
21) Max Chilton (ING/Marussia-Ferrari) – 2m00s865
22) Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) – sem tempo