icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
24/08/2015
08:30

Lucas Pratto marcou os dois gols do Atlético-MG contra o Palmeiras, mas o técnico Levir Culpi, ao final da partida, fez questão de destacar um dos pilares do time. Acostumado a marcar firme, o volante Leandro Donizete deu caneta, driblou e até ofereceu uma assistência ao atacante argentino. E ganhou o elogio do treinador, que brincou com seu estilo dentro de campo.

- Gostaria de fazer um elogio ao (Leandro) Donizete. Acho o estilo dele meio grosso, mas ele é eficiente para marcar no esquema tático. Ele não tinha qualidade para entregar bola e sair jogando, mas hoje fez tudo o que era possível e até deu caneta nos caras e saiu driblando. E a marcação continuou a mesma. Acho mais fácil fazer um jogador técnico marcar do que fazer um caneleiro, assim como ele, jogar. Mas ele não teve medo de errar, de tentar, e buscou sempre o jogo e eu fiquei feliz com essa atuação dele – brincou Levir.

Ao fim da partida, Donizete comentou sobre a sua atuação, que serviu para coroar sua permanência no time. Vale lembrar que Levir já experimentou escalar o Atlético com um só volante, e Donizete foi para o banco nessas ocasiões.

- Feliz pela vitória, pela maneira que o time jogou, firme e forte, sem dar brechas. Merecemos os três pontos. Não preciso provar nada a ninguém, mas estou sempre preparado, jamais dei brecha e jogo sem brincadeiras. Esse belo jogo serviu para coroara minha atuação – completou.

Lucas Pratto marcou os dois gols do Atlético-MG contra o Palmeiras, mas o técnico Levir Culpi, ao final da partida, fez questão de destacar um dos pilares do time. Acostumado a marcar firme, o volante Leandro Donizete deu caneta, driblou e até ofereceu uma assistência ao atacante argentino. E ganhou o elogio do treinador, que brincou com seu estilo dentro de campo.

- Gostaria de fazer um elogio ao (Leandro) Donizete. Acho o estilo dele meio grosso, mas ele é eficiente para marcar no esquema tático. Ele não tinha qualidade para entregar bola e sair jogando, mas hoje fez tudo o que era possível e até deu caneta nos caras e saiu driblando. E a marcação continuou a mesma. Acho mais fácil fazer um jogador técnico marcar do que fazer um caneleiro, assim como ele, jogar. Mas ele não teve medo de errar, de tentar, e buscou sempre o jogo e eu fiquei feliz com essa atuação dele – brincou Levir.

Ao fim da partida, Donizete comentou sobre a sua atuação, que serviu para coroar sua permanência no time. Vale lembrar que Levir já experimentou escalar o Atlético com um só volante, e Donizete foi para o banco nessas ocasiões.

- Feliz pela vitória, pela maneira que o time jogou, firme e forte, sem dar brechas. Merecemos os três pontos. Não preciso provar nada a ninguém, mas estou sempre preparado, jamais dei brecha e jogo sem brincadeiras. Esse belo jogo serviu para coroara minha atuação – completou.