icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
27/11/2014
01:30

Campeão da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira, após vencer o Cruzeiro, por 1 a 0, no Mineirão, o Atlético-MG pretende renovar com Levir Culpi. O treinador, no entanto, vê um atraso no planejamento da diretoria para a próxima temporada e crê que as situações referentes a 2015 devem ser resolvidas em breve.

- O Atlético tem que resolver isso rapidamente. Já estamos atrasados. Já deveria estar preparada a pré-temporada. É tudo de acordo com o último jogo aqui no Brasil. as coisas funcionam dessa maneira. O Atlético precisa organizar pré-temporada, saber quem vai ficar ou vai sair. Se alguém não acordar, vamos passar dificuldades de novo - afirmou, explicitando o desejo de permanecer.

A renovação é um assunto que Daniel Nepomuceno, sucessor de Alexandre Kalil na presidência do clube mineiro, trata como prioridade. Ele já deixou claro que pretende manter o treinador na temporada seguinte e aguarda a sua resposta para iniciar o processo de manutenção do comandante.

Nesta quarta-feira, após a celebração do troféu no gramado do Mineirão, Levir Culpi fez uma análise de sua situação no Atlético e fez referências a músicos brasileiros ao comentar a situação.

- Estava pensando sobre o jogo e estava viajando. Se vencesse, se perdesse, o que eu iria fazer. Quando eu estava pensando nisso, tocou uma musica do Luan Santana, uma proposta: eu, você, dois filhos e um cachorro. Eu pensei na Marília. E logo em seguida entrou outra música, do Skank. Vou deixar a vida me levar para onde ela quiser. Sinceramente, estou com esse sentimento agora. Não sei o que fazer. Estou no estado de embriaguez - declarou.

Feliz na Cidade do Galo e com os resultados obtidos, o treinador reconhece que a possibilidade de seguir em Belo Horizonte para a disputa da Copa Libertadores.

- Estou de bem com a vida e com o clube, temos amizade, o time está conquistando resultados e a torcida está feliz. É momento de continuidade. Tem coisas que giram em volta também que são persistentes a mim e à diretoria. A oportunidade de continuar é claro que é grande, mas vou esperar - concluiu.