icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
13/11/2014
17:55

Após uma reunião difícil com uma junta médica, a família, agente e patrocinadores, Adriano de Souza tomou a dura decisão de ficar fora do grande encerramento da temporada 2014 do Mundial de Surf, nas épicas ondas gigantes de Pipeline, no Hawaii.

O surfista do Guarujá (SP), que vem em fase de recuperação de uma lesão no joelho, chegou à conclusão de que não renderia bem o suficiente na etapa havaiana e preferiu agilizar sua preparação para 2015, agendando uma cirurgia reparatória no nariz e investindo na fisioterapia e nos exercícios físicos para começar o próximo campeonato em boas condições.

- Infelizmente não deu. Não irei competir no Hawaii e esta não foi uma decisão fácil. Estou bastante triste, pois eu fui em todos os anos para o tríplice coroa desde 2006, mas tinha de fazer uma opção. Me reuni com a equipe médica e minha família, decidindo juntos que não terei condições de competir na ultima etapa do ano. Ficarei em tratamento intensivo, fisioterapia e repouso para que esteja 120% em 2015. O sonho não acabou, foi somente adiado para o ano que vem - comenta Mineirinho, que, mesmo à distância, espera ver o conterrâneo Gabriel Medina ser o primeiro brasileiro a ser campeão mundial.

- Boa sorte a todos do Brazilian Storm que estarão competindo no Hawaii esse ano. Sucesso aos que estão tentando se classificar e a aqueles que estão tentando se manter no WCT. Aos que ja estão garantidos, fica minha certeza de que irão dar um show, e por fim, muito boa sorte ao Gabriel Medina, que se Deus quiser trará esse titulo para o Brasil - completou Adriano.

A etapa de Pipeline tem início no dia 8 de dezembro.