icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
15/03/2014
15:31

Uma das figuras mais importantes do elenco do Grêmio, Zé Roberto tem lesão no tornozelo esquerdo e fica fora por no mínimo um mês. Perde, assim, toda a fase de grupos da Libertadores. Justamente a ausência do camisa 10 vira motivação a mais para o Tricolor neste momento: o meia de quase 40 anos não tem o título da competição no currículo. E os colegas querem dar a chance dele disputar.

Zé é um dos líderes do Grêmio. Embora não envergue mais a braçadeira de capitão, é um dos que mais orienta os jovens no momento de transição para o elenco principal. É o guru de jogadores como Wendell, Ramiro, Bressan e Luan. E também é exemplo de dedicação física nos treinamentos.

- O Zé Roberto é um cara extremamente vitorioso, mas o engraçado é que por mais títulos que tenha conquistado, jamais ganhou uma Libertadores. Estamos trabalhando duro para que possamos realizar este sonho, que é nosso, da torcida e do clube. Esperamos, sim, dar essa possibilidade ao Zé, lá na frente voltar nas fases decisivas e nos ajudar. Faremos de tudo para que ele retorne no futuro e possa ter esta conquista conosco - explicou o goleiro Marcelo Grohe.

Depois do empate com o Newell's Old Boys, na Arena, o Grêmio chegou aos sete pontos. Irá enfrentar novamente os argentinos nesta quarta-feira, em Rosário. Já sem o meia veterano, substituído no confronto da Arena já por conta da lesão no tornozelo.

- Todo mundo sabe da experiência e do valor dele. Ficamos tristes porque nunca se quer um companheiro machucado. Ele é nosso jogador mais experiente e isso é muito importante para tranquilizar os mais jovens. Estamos torcendo para que volte logo e atue conosco - comentou Wendell.

O camisa 10 gremista passou apenas por um período em que ficou afastado bastante tempo dos jogos pelo Tricolor. Ano passado, teve lesão muscular e ficou cerca de um mês em recuperação. Foi a primeira lesão muscular do meia de 39 anos.