icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/03/2014
16:20

Em 2013, o Grêmio também foi a Ijuí para enfrentar o São Luiz. Também com uma equipe desconfigurada, como acontecerá nesta sexta-feira, às 20h, em jogo antecipado da 14ª rodada. A experiência passada, porém, vira lição. O volante Léo Gago, presente nas duas situações, lembra a goleada sofrida por 4 a 0 e não espera jogo fácil contra um rival que briga contra o rebaixamento no Gauchão.

Na última edição do Gaúcho, o duelo ocorreu no final de janeiro. O Grêmio estava envolvido na disputa da pré-Libertadores e enviou um time de garotos, como nesta sexta, comandado por Roger. Léo Gago e Werley reforçaram a equipe, já que estavam suspensos na competição continental. Yuri Mamute, confirmado como titular, também esteve em campo.

- Estava lá quando tomamos 4 a 0, que foi um vexame, uma vergonha para mim. O São Luiz também estava em último e tomamos quatro - lembrou o volante Léo Gago nesta quinta-feira.

O Grêmio vem de uma sequência de dois jogos sem vencer. Perdeu para o Veranópolis e empatou com o Cruzeiro, ambos com a equipe titular. O volante vê uma motivação maior das equipes do interior em atuar contra o Tricolor.

- Quando as equipes pequenas jogam contra o Grêmio, há uma motivação a mais. A motivação deles aumenta. Temos que ir focados e competir com eles - completou.

Sem Enderson Moreira, o Tricolor será comandado pelos auxiliares Luís Fernando Flores e Ricardo Leão. A equipe terá Busatto; Moisés, Saimon, Pedro Geromel e Breno; Adriano, Léo Gago, Maxi Rodríguez, Everton e Yuri Mamute; Everaldo.