icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
07/07/2013
19:17

Mais velho jogador do elenco santista, com 38 anos, o lateral-esquerdo Léo fez questão de elogiar o técnico Claudinei Oliveira e os garotos do Peixe após a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, no Morumbi. Defensor da permanência do interino como substituto de Muricy Ramalho, o camisa 3 destacou a postura alvinegra no clássico.

- O time está ganhando corpo, os garotos assumindo a responsabilidade, com futebol alegre... e é assim, vamos dar segmento. Acho que está nítido que agora temos padrão de jogo, não tem nem o que falar. O time está bem postado taticamente, ataca com três, quatro. A gente dá credibilidade para o treinador com vitórias, mas a diretoria define - comentou.

O lateral, que presenciou de perto as duas últimas gerações de Meninos da Vila, em 2002 e 2009, exalta os novos jovens que despontam. Gustavo Henrique, zagueiro que teve ótimo desempenho no San-São foi um dos mais elogiados.

- Prefiro ter pé no chão, mas a geração está ganhando peso. O Gustavo foi impressionante... O que esse menino está jogando, a personalidade, ele está mostrando valor imenso. O Aranha também entrou bem, não é fácil substituir o Rafael e ele salvou a gente - afirmou.

Santos derruba São Paulo no Morumbi e sobe na tabela

Mais velho jogador do elenco santista, com 38 anos, o lateral-esquerdo Léo fez questão de elogiar o técnico Claudinei Oliveira e os garotos do Peixe após a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, no Morumbi. Defensor da permanência do interino como substituto de Muricy Ramalho, o camisa 3 destacou a postura alvinegra no clássico.

- O time está ganhando corpo, os garotos assumindo a responsabilidade, com futebol alegre... e é assim, vamos dar segmento. Acho que está nítido que agora temos padrão de jogo, não tem nem o que falar. O time está bem postado taticamente, ataca com três, quatro. A gente dá credibilidade para o treinador com vitórias, mas a diretoria define - comentou.

O lateral, que presenciou de perto as duas últimas gerações de Meninos da Vila, em 2002 e 2009, exalta os novos jovens que despontam. Gustavo Henrique, zagueiro que teve ótimo desempenho no San-São foi um dos mais elogiados.

- Prefiro ter pé no chão, mas a geração está ganhando peso. O Gustavo foi impressionante... O que esse menino está jogando, a personalidade, ele está mostrando valor imenso. O Aranha também entrou bem, não é fácil substituir o Rafael e ele salvou a gente - afirmou.

Santos derruba São Paulo no Morumbi e sobe na tabela