icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
27/11/2014
09:00

O volante Leandro Donizete, campeão nos últimos três anos com o Atlético-MG (Campeonato Mineiro-2013, Libertadores-2013, Recopa-2014 e Copa do Brasil-2014), exaltou o feito inédito do Atlético-MG, que conquistou pela primeira vez na história o título da Copa do Brasil, e, de quebra, em cima do maior rival, o Cruzeiro, dentro do Mineirão com quase 40 mil torcedores.

- Mais um, né? Três anos de Galo, quatro títulos. Não tenho como descrever. Estou feliz demais, não só pelo resultado, mas pela torcida, que sofreu muito durante estes anos todos. Nosso time, no clássico, crescre demais. Jogador tarimbado, que gosta do contato, da dividida, sabe jogar contra eles (Cruzeiro). Ali no lance do Dagoberto, ele tinha me dado uma cotovelada, mas acabei pegando ele depois. Mas isso fica aqui dentro, lá fora é outra coisa - disse o volante.

Além de Leandro Donizete, o lateral-direito Marcos Rocha, que fez uma grande partida na noite desta quarta-feira, fez questão de lembrar as provocações que os jogadores do Cruzeiro durante a semana, e lembrou que o Altético-MG respeitou e mostrou que futebol se faz dentro de campo.

- Tinha jogador (do Cruzeiro) que cravou bandeira no gol, gritou que quarta-feira tinha mais, mandou áudio dizendo que ia comer galinha... Mas futebol é dentro de campo. Nós pregamos respeito neses 15 dias. E isso aconteceu dentro de campo, com um futebol muito bonito, cheio de velocidade e vontade - finalizou Marcos Rocha.