icons.title signature.placeholder Raphael Martins
14/07/2014
20:25

Os jogadores da seleção argentina explicaram os motivos pelos quais não foram ao centro de Buenos Aires, onde estava armado um palco para os vice-campeões mundiais. Segundo escreveu Lavezzi em sua conta no Twitter, havia falta de segurança para a delegação. Tudo por conta dos tumultos registrados no Obelisco na noite deste domingo.

- Queríamos esclarecer que devido a tudo o que se está comentando, pelo fato de não termos ido ao Obelisco saudar as pessoas: Agradecemos a todos que foram até Ezeiza para nos receber, e também esclarecer que não fomos ao Obelisco por causa dos incidentes de domingo à noite, ninguém nos garantiu segurança para nós ou para as pessoas que foram até lá - foi a mensagem do atacante argentino, postada junto à uma foto com Messi, Di María e Mascherano.

A versão, porém, foi contestada pelo secretário de segurança de Buenos Aires, Sergio Berri. Em sua versão, o veto foi feito pela própria Associação do Futebol Argentino (AFA). A entidade, todavia, lançou um comunicado informando que a decisão de não ir ao Obelisco se deu por causa de um possível colapso no trânsito da capital durante um dia útil.