icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
25/07/2013
19:19

Na vice-lanterna do Brasileirão, a Portuguesa quer aproveitar o mando de campo nos embates das duas próximas rodadas da competição para pontuar e fugir da zona de rebaixamento.

Para o goleiro Lauro, as partidas contra Atlético-PR e Criciúma, no Canindé, podem representar um divisor de águas na campanha rubro-verde na principal competição nacional do país. Ainda de acordo com a visão do jogador, dois bons resultados devolveriam a confiança ao time da Lusa na luta pela conquista dos seus objetivos.

E MAIS:
> Prestes a estourar limite de jogos, Luis Ricardo aguarda definição por São Paulo ou Palmeiras
> Mesmo internado, Djalma Santos manteve jeito 'elétrico' e simples

- A gente conta jogos dentro de casa como grandes chances para conseguirmos vitórias, pela ofensividade da equipe que se coloca mais à frente e também pelo apoio dos nossos torcedores. Temos agora dois jogos contra equipes que são parelhas com a nossa e a gente espera fazer um grande jogo pra dar moral e conseguirmos engatar uma sequência boa no campeonato, que é necessária – declarou.

O goleiro aproveitou a ocasião ainda para convocar torcida a comparecer no Canindé.

- A temperatura vai estar baixa, mas a gente conta com esses torcedores. Precisamos do apoio do nosso torcedor. Batalha não está faltando e é o mínimo que a gente pode fazer dentro de campo para retribuir o carinho – concluiu.

A Lusa volta a campo neste sábado diante do Atlético-PR, às 18h30, no Canindé, em partida válida pela nona rodada do Brasileirão.

Na vice-lanterna do Brasileirão, a Portuguesa quer aproveitar o mando de campo nos embates das duas próximas rodadas da competição para pontuar e fugir da zona de rebaixamento.

Para o goleiro Lauro, as partidas contra Atlético-PR e Criciúma, no Canindé, podem representar um divisor de águas na campanha rubro-verde na principal competição nacional do país. Ainda de acordo com a visão do jogador, dois bons resultados devolveriam a confiança ao time da Lusa na luta pela conquista dos seus objetivos.

E MAIS:
> Prestes a estourar limite de jogos, Luis Ricardo aguarda definição por São Paulo ou Palmeiras
> Mesmo internado, Djalma Santos manteve jeito 'elétrico' e simples

- A gente conta jogos dentro de casa como grandes chances para conseguirmos vitórias, pela ofensividade da equipe que se coloca mais à frente e também pelo apoio dos nossos torcedores. Temos agora dois jogos contra equipes que são parelhas com a nossa e a gente espera fazer um grande jogo pra dar moral e conseguirmos engatar uma sequência boa no campeonato, que é necessária – declarou.

O goleiro aproveitou a ocasião ainda para convocar torcida a comparecer no Canindé.

- A temperatura vai estar baixa, mas a gente conta com esses torcedores. Precisamos do apoio do nosso torcedor. Batalha não está faltando e é o mínimo que a gente pode fazer dentro de campo para retribuir o carinho – concluiu.

A Lusa volta a campo neste sábado diante do Atlético-PR, às 18h30, no Canindé, em partida válida pela nona rodada do Brasileirão.