icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
09/07/2013
15:38

O técnico Laurent Blanc não começou bem seu trabalho no poderoso Paris Saint-Germain. O ex-comandante da seleção francesa viajou com seu novo time para a Áustria e acabou perdendo amistoso de pré-temporada para um dos principais clubes austríacos, o Sturm Graz, por 3 a 1. Os gols da partida foram marcados por Vujadinovic, Djuricin e Beric para os donos da casa, enquanto os visitantes diminuíram no fim com Ongenda.

Blanc não pôde contar com nomes como Ibrahimovic, Thiago Silva, Lucas, Matuidi, Verratti, Ménez, Lavezzi e Sirigu, obrigando o treinador a colocar uma equipe remendada em campo. Nos primeiros dias de treino, muita parte física e poucos treinamentos técnicos, o que também ajuda a explicar o placar. Os brasileiros Alex e Maxwell começaram jogando.

Do lado francês, o destaque foi mesmo Javier Pastore. O meia argentino esteve apagado no começo de jogo, mas cresceu com o decorrer da partida. Jovens da base do PSG também tiveram chances e o que mais impressionou foi Hervin Ogenda, que marcou o único gol do time da capital - golaço por sinal.


O técnico Laurent Blanc não começou bem seu trabalho no poderoso Paris Saint-Germain. O ex-comandante da seleção francesa viajou com seu novo time para a Áustria e acabou perdendo amistoso de pré-temporada para um dos principais clubes austríacos, o Sturm Graz, por 3 a 1. Os gols da partida foram marcados por Vujadinovic, Djuricin e Beric para os donos da casa, enquanto os visitantes diminuíram no fim com Ongenda.

Blanc não pôde contar com nomes como Ibrahimovic, Thiago Silva, Lucas, Matuidi, Verratti, Ménez, Lavezzi e Sirigu, obrigando o treinador a colocar uma equipe remendada em campo. Nos primeiros dias de treino, muita parte física e poucos treinamentos técnicos, o que também ajuda a explicar o placar. Os brasileiros Alex e Maxwell começaram jogando.

Do lado francês, o destaque foi mesmo Javier Pastore. O meia argentino esteve apagado no começo de jogo, mas cresceu com o decorrer da partida. Jovens da base do PSG também tiveram chances e o que mais impressionou foi Hervin Ogenda, que marcou o único gol do time da capital - golaço por sinal.