icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
14/07/2014
12:16

O Grand Slam de Haia, na Holanda, que começa nesta terça-feira, vai marcar a volta da heptacampeão do Circuito Mundial Larissa, que, agora, fará dupla com a atual campeã Talita.

Outros dois fatores interessantes marcam essa etapa da competição. O primeiro é o prêmio que dará um valor recorde (o bônus será de um milhão de dólares), o segundo é que será a primeira vez que um Grand Slam será jogado em mais de um cidade do mesmo país (além de Haia, Amsterdam e Apeldoorn vão participar).

– Estou muito feliz de poder voltar a competir. Foi tudo bem pensado, bem medido e a sensação nos treinos tem sido ótima. E poder retornar numa competição tradicional, que traz boas lembranças, é ainda melhor – declarou Larissa, que venceu Haia em 2009 e 2011, jogando com Juliana.

Serão nove duplas representando o país. Além da dupla estreante – que entrará direto na chave principal a convite da organização – o Brasil terá no naipe feminino Ágatha/Bárbara Seixas, Juliana/Maria Elisa e Maria Clara/Carol. Passando pelo quali ainda terá Fernanda Berti/Taiana.

Pelo naipe masculino, Alison/Bruno Schmidt, Pedro Solberg/Emanuel e Evandro/Vitor Felipe já estão na fase principal. Pelo quali, teremos ainda Ricardo e Álvaro Filho.

O Brasil segue na liderança da temporada do Circuito Mundial na competição feminina: Juliana e Maria Elisa somam 3.680 pontos, enquanto as chinesas Fan Wang e Yuan Yue estão em segundo, com 3.500 pontos. No masculino, Alison e Bruno Schmidt estão na terceira colocação, com 2.890 pontos, enquanto os norte-americanos Philip Dalhausser e Sean Rosenthal lideram com 3.200 pontos.