icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/11/2013
00:08

Mais objetivo e veloz do que o adversário, o Lanús ficou um pouco mais perto da final da Copa Sul-Americana ao derrotar o Libertad por 2 a 1, nesta quinta-feira, no acanhado Estádio Nicolás Leóz, em Assunção, no jogo de ida da semifinal do torneio. A equipe paraguaia experimentou uma sensação diferente na competição: perdeu a invencibilidade jogando em casa.

O time argentino joga por um empate para se garantir na decisão contra São Paulo ou Ponte Preta. O Granate também pode perder por 1 a 0 que avança. Ao paraguaios só servem triunfos por dois gols de diferença. A volta está marcada para a próxima quinta, na Fortaleza, às 22h15 (horário de Brasília).

No primeiro tempo, o Libertad teve mais volume de jogo, mas errou feio nas finalizações, mandando a bola nas esquinas do Dr. Leóz. O Lanús, time que imprime sempre um jogo ofensivo, se mostrou tímido nos primeiros 45 minutos do encontro.

Na etapa final, o Lanús mostrou a verdadeira cara e fez dois: Santiago Silva e Goltz (de pênalti) marcaram. A equipe da Grande Buenos Aires só não teve tranquilidade para segurar a enorme vantagem. Ortiz foi expulso e o Libertad cresceu até chegar ao gol de honra com Gómez. No final, Maciel foi expulso e os dois times ficaram com dez.