icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
28/08/2015
21:56

Com aspirações diferentes na Série B, o Mogi Mirim e Bahia se enfretam, neste sábado, no Romildão, às 21h. O duelo, válido pela 21ª rodada da competição, é importante para as perspectivas das duas equipes. Para o Sapo, o jogo é a oportunidade para deixar a lanterna, enquanto o Tricolor tenta voltar ao G-4 do torneio.

Na luta contra a degola, o Mogi tenta deixar a última colocação da Segundona. Com 17 pontos, o time paulista tem a pior defesa, junto com o ABC. São 34 gols sofridos. Já o desempenho ofensivo não é dos piores. Com 22 gols marcados, o time supera, nesse quesito, o Criciúma, que tem 20, e é o nono colocado. Porém, o time não sente o gosto da vitória a seis rodadas.

Já o Bahia tem bons números no torneio. Segunda melhor defesa, com 18 gols sofridos, e quinta colocação, com 34 pontos, quatro a menos que o Vitória, maior rival e líder da Segundona. No entanto, o time vem de três empates seguidos e precisa de um triunfo para voltar à briga pelo título. De quebra, o Tricolor ainda se recupera da eliminação da Sul-Americana, para o Sport. 

Ainda à procura de atletas para suprirem as saídas de Rivaldo e Rivaldinho, o técnico Sérgio Soares tenta montar a equipe com os atletas que têm a sua disposição. Para o confronto, os atacantes Serginho e Geovane estão suspensos pelo terceiro amarelo e não poderão atuar. Everaldo e Henrique Motta devem ganhar uma chance. O resto do time não deve ser alterado para o duelo contra o Tricolor.

No lado do Esquadrão de Aço, os desfalques não são os piores problemas de Sérgio Soares. Abatido com o revés para o Sport, pela Sul-Americana, o elenco necessita de confiança para a sequência do trabalho. O treinador fechou os treinamentos e não deu indícios da equipe que vai mandar a campo. O que se sabe é que Cicinho e Adriano, vetados por contusão, e Robson, suspenso, não irão à partida. Vitor Costa está confirmado na lateral-esquerda. Jaílton deve estar entre os titulares na zaga. 

 

Com aspirações diferentes na Série B, o Mogi Mirim e Bahia se enfretam, neste sábado, no Romildão, às 21h. O duelo, válido pela 21ª rodada da competição, é importante para as perspectivas das duas equipes. Para o Sapo, o jogo é a oportunidade para deixar a lanterna, enquanto o Tricolor tenta voltar ao G-4 do torneio.

Na luta contra a degola, o Mogi tenta deixar a última colocação da Segundona. Com 17 pontos, o time paulista tem a pior defesa, junto com o ABC. São 34 gols sofridos. Já o desempenho ofensivo não é dos piores. Com 22 gols marcados, o time supera, nesse quesito, o Criciúma, que tem 20, e é o nono colocado. Porém, o time não sente o gosto da vitória a seis rodadas.

Já o Bahia tem bons números no torneio. Segunda melhor defesa, com 18 gols sofridos, e quinta colocação, com 34 pontos, quatro a menos que o Vitória, maior rival e líder da Segundona. No entanto, o time vem de três empates seguidos e precisa de um triunfo para voltar à briga pelo título. De quebra, o Tricolor ainda se recupera da eliminação da Sul-Americana, para o Sport. 

Ainda à procura de atletas para suprirem as saídas de Rivaldo e Rivaldinho, o técnico Sérgio Soares tenta montar a equipe com os atletas que têm a sua disposição. Para o confronto, os atacantes Serginho e Geovane estão suspensos pelo terceiro amarelo e não poderão atuar. Everaldo e Henrique Motta devem ganhar uma chance. O resto do time não deve ser alterado para o duelo contra o Tricolor.

No lado do Esquadrão de Aço, os desfalques não são os piores problemas de Sérgio Soares. Abatido com o revés para o Sport, pela Sul-Americana, o elenco necessita de confiança para a sequência do trabalho. O treinador fechou os treinamentos e não deu indícios da equipe que vai mandar a campo. O que se sabe é que Cicinho e Adriano, vetados por contusão, e Robson, suspenso, não irão à partida. Vitor Costa está confirmado na lateral-esquerda. Jaílton deve estar entre os titulares na zaga.